05 março, 2008

ontem o céu desabou

Ontem permiti-me sofrer. Deixei doer e carpi as minhas mágoas. Depois de dias a fazer-me de corajosa e inabalável, ontem senti o chão a fugir de debaixo dos meus pés. Cada uma das lágrimas que escorreu levou consigo o que estava guardado e camuflado. Senti um vazio imenso, como se nada mais existisse quer dentro de mim, quer à minha volta. Senti-me só.
Momentos depois repirei fundo, limpei as lágrimas e enchi-me de coragem. Estava mais leve e os grandes dramas da minha existência tomaram a sua dimensão real (bem mais simples). Afinal havia imensa coisa acumulada, algumas das quais já nem me lembrava sequer.
Hoje acordei tranquila. Abri os olhos e coloquei as lentes cor-de-rosa. Ufffa!

1 comentário:

SB disse...

Olá linda!
Não precisas das «lentes cor-de-rosa, se o fizeres corres o risco de ver a realidade distorcida, com uma cor que não lhe pertence.
Sente o verde das árvores, o azul do mar, o vermelho do fogo que nos aquece a alma, o amarelo do chá que nos encanta os serões, sente a vida no sorriso da princesa L.
Principalmente sente as cores do ptesente que é a vida.
Bj

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...